certificadoSe você ainda não sabe o que é a Abecip CA-600 clique em:

Nova certificação obrigatória para bancários

Continue lendo para saber mais sobre:

– o que é essencial saber em cada ponto do programa para passar no exame da Abecip CA-600

 

Lendo o programa da certificação Abecip CA-600 é fácil compreender genericamente quais são os assuntos cobrados na prova. Porém sempre fica a dúvida: o que exatamente é cobrado dentro de cada tema, e com qual profundidade.

Neste post detalhamos ponto a ponto o que você precisa saber para passar no exame.

Veja bem, para passar na prova e obter sua certificação é necessário acertar 70% da prova.

Caem também questões que extrapolam o exposto neste post, porém nunca em quantidade que possa atrapalhar sua aprovação se você souber o conteúdo descrito abaixo. Pelo contrário, sabendo o que este post indica a sua aprovação é certa.

1. Sistema Financeiro Nacional – SFN

Sobre este ponto, a ABECIP deseja que você saiba as características gerais dos principais intermediários financeiros do crédito imobiliário.

Para isso é necessário saber o que é um intermediário financeiro, e que tipo de intermediação fazem as instituições financeiras indicadas no programa: os bancos múltiplos, os bancos comerciais, os bancos de investimentos, as sociedades de crédito imobiliário, as associações de poupança e empréstimo e as companhias hipotecárias.

Além destas 6 instituições, a ABECIP também quer que você saiba quem são e o que fazem os três principais órgãos de normatização e fiscalização do SFN: o CMN, a CVM e o BACEN.

Ou seja, o conceito e as principais atribuições de 9 instituições. Nada além disso.

2. Sistema Financeiro da Habitação – SFH

Não é necessário saber a lei que instaurou, nem o contexto historio.

É preciso saber seu objetivo, quem pode operar no SFH, a origem dos recursos, o enquadramento e as regras das operações do SFH.

A respeito da origem dos recursos: sobre  a poupança é a ABECIP deseja que você saiba o funcionamento e forma de remuneração.

Enquanto a respeito do FGTS você deve estudar as funções da Caixa como agente operador, quem pode operar com recursos do FGTS, e como deve proceder para ser autorizado pelo agente operador.

seguros

3.     Sistema de Financiamento Imobiliário – SFI

Também não é necessário saber lei ou contexto histórico.

Sobre este ponto é preciso saber diferenciar claramente o SFI do SFH, a finalidade do SFI, as poucas regras de suas operações e as novidades que este sistema implementou.

É essencial compreender o funcionamento dos Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI).

Em breve publicaremos um infográfico explicando o funcionamento dos CRIs.

4.       Garantias Imobiliárias

Sobre Fiança e Cessão de Recebíveis ou Penhor, basta saber o conceito.

Mas sobre Alienação Fiduciária e Hipoteca é primordial saber diferenciá-las, não só em suas definições, mas também nos processos de cobranças e recuperação da garantia.

5.       Produtos para Pessoa Física

No programa esse capítulo parece enorme!

De fato é um dos mais extensos, porém não é tanto quanto faz parecer o número de pontos que tem.

Isto porque seus dois principais pontos: as regras para concessão de crédito imobiliário nas modalidades Aquisição e Construção, são muito parecidos. E dos pontos secundários, alguns são contemplados também em outros módulos, onde contextualizam muito melhor.

Sobre as regras de concessão para Aquisição e Construção é preciso saber a respeito de cada um dos envolvidos – proponente, vendedor ou construtor, e imóvel – quais são seus requisitos para estarem aptos a participarem da operação, qual documentação devem apresentar, e quais análises são feitas de cada um.

Também é cobrada na prova a forma que é feita a liberação de parcelas no Plano Construção e as regras para utilização do FGTS em cada uma das modalidades.

Além destas duas modalidades principais, Aquisição e Construção, figura no programa uma terceira, o Mútuo com garantia imobiliária ou Home Equity. Trata-se de uma modalidade que ainda não tem muita expressão no Brasil, com efeito, é muito difícil ser cobrado algo além da definição.

Dos pontos restantes, alguns são contemplados, e melhor compreendidos, dentro de outros módulos: a Análise do seguro – no capítulo 6 sobre Seguros; o Enquadramento – no capítulo 2 e 3 sobre o SFH e o SFI, respectivamente; os Sistemas de amortização – no capítulo 10 sobre Matemática Financeira.

Os pontos restantes são questões bastante diretas, que não demandam muito aprofundamento: Plano de reajuste da prestação e saldo, Custo Efetivo Total (CET), Custo Efetivo do Seguro Habitacional (CESH) e a Formalização do contrato.

6.       Seguros / Seguradoras

Neste módulo acontece o inverso do que foi dito a respeito do módulo acima. Ele parece bem curto, entretanto exige um pouco mais de atenção.

Não basta apenas saber o conceito dos seguros relacionados ao crédito imobiliário, a ABECIP também deseja que você as regras e exceções de cada um. Na prova aparecem situações problemas que você precisa saber julgar.

Sobre o Seguro de Morte e Invalidez Permanente – MIP, o Seguro de Danos Físicos do Imóvel – DFI e o Seguro de Responsabilidade Civil do Construtor – RCC, é preciso saber quem são os segurados, qual o objeto do seguro, qual a cobertura, quais os riscos excluídos, os prejuízos indenizáveis, o limite da indenização e a vigência do seguro.

Completa o módulo as regras a respeito da obrigatoriedade e da livre escolha do seguro / seguradora.

7.       Custos e Tributação

Neste capítulo, assim como o de seguros, ele deve ser estudado com um pouco mais de detalhamento do que o programa faz parecer. Aqui, a ABECIP também se vale de situações problema para testar seu conhecimento.

Não basta apenas saber a definição do Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis – ITBI / ITIV, do Foro, do Laudêmio e do IOF – sobre o seguro habitacional e sobre as operações de crédito imobiliário dos impostos.

É preciso saber também quem são os contribuintes, quem são os responsáveis pelo recolhimento, quais as alíquotas, quais são os casos de incidência do imposto e as exceções.

8.       Código de Defesa do Consumidor

Este módulo além da obrigação profissional é também útil pessoalmente.

É cobrado um conhecimento básico a respeito Código de Defesa do Consumidor.

Todos os tópicos do programa, exceto sobre o SAC, estão presentes no próprio código, que está disponível integralmente nesta página.

Para auxiliar seus estudos, estamos preparando um e-book que conterá apenas os artigos pertinentes de todas as leis que fazem parte da legislação básica da prova. Em breve faremos a distribuição gratuita.

 

Está gostando deste post?

[mc4wp_form]

 

A respeito do Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) a ABECIP irá te cobrar as regras gerais que determinam como deve ser executado este serviço.

9.       Ouvidoria

Sem dúvida o ponto mais curto e fácil da prova. Basta saber o que Ouvidoria, quais seus canais de atendimento, e as regras específicas para Ouvidorias das instituições financeiras, estabelecidas pelo BACEN.

10.   Matemática Financeira

Juros Simples, Composto. Taxa Proporcional, Equivalente, Nominal e Efetiva. Juros pré e pós-fixados. Tabela Price, Sistema de Amortização Constante e Sistema de Amortização Crescente.

Aqui infelizmente não basta saber apenas os conceitos, caem sim questões com números. Porém são fáceis, e é liberado o uso de calculadora, inclusive HP.

Mesmo para quem já domina, é bom estar bem treinado, pois do contrário perde-se muito tempo em questões de matemática.

11.   Pós-Contratação

Sobre o último módulo são cobradas apenas as regras gerais de utilização do FGTS para  Pagamento de Parte do Valor das Prestações, e para Amortização ou Liquidação do Saldo Devedor.

É preciso saber os requisitos, os documentos necessário, os limites e o interstício entre as utilizações.

 

Deseja mais dicas de estudo para a Abecip CA-600? Inscreva-se!

[mc4wp_form]

(GRÁTIS) Todo o conteúdo da sua certificação em até 6 páginas!

Receba agora e comece a estudar de forma inteligente

Quase lá! Agora basta você clicar no link da sua certificação que acabou de chegar no seu email.