Escolha uma Página

No programa das duas certificações da ABECIP – CA-300, para correspondentes; e CA-600 para bancários – figura o Sistema Financeiro da Habitação e suas fontes de recurso.

Continue lendo para saber mais sobre:
– Qual é a intermediação do Sistema Financeiro da Habitação
– SBPE – Poupança
– FGTS

As fontes de Recursos

Em um financiamento, o intermediário financeiro está fazendo um empréstimo para o devedor. O vendedor recebe à vista, enquanto o devedor para em prestações. Portanto o intermediário necessita de recursos para pagar o vendedor à vista.
No caso de um financiamento feito dentro do Sistema Financeiro da Habitação, estes recursos provém do SBPE – Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimos, a Poupança; ou do FGTS – Fundo de Garantia por Tempo de Serviço.

No caso da Poupança (SPBE), de todo o recursos captado nesta modalidade de aplicação, no mínimo 65% deve ser empregado em financiamento habitacional, sendo que no mínimo 80% destes 65% sejam em operações no âmbito do Sistema Financeiro da Habitação.

No caso do FGTS, no mínimo 60% de todo o montante arrecadado deve ser destinado ao financiamento de moraria popular.

 

Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimos – SBPE

A Poupança é a aplicação financeira mais antiga e mais utilizada do Brasil.

rendimento da poupança, em comparação histórica com outros tipos de investimento menor. Porém leva vantagem pela segurança e simplicidade:

– rendimentos isentos de Imposto de Renda (IR);

–  no caso de problemas com a instituição depositária, depósitos de até R$ 250 mil são garantidos pelo FGC (Fundo Garantidor de Crédito);

– independente da instituição financeira do depósito, o rendimento é sempre o mesmo;

– é um investimento que possui alta liquidez;

– para aplicar basta abrir uma conta poupança e depositar.

Fundo de Garantia por Tempo de Serviço – FGTS

Todos mês, todo empregador é obrigado a depositar, em uma conta especial em nome de cada empregado, o equivalente a 8% do salário de cada um.

O montante acumulado nesta conta somente poderá ser sacado em casos de despedida sem justa causa, doenças graves, catástrofes naturais, aquisição da casa própria, entre outras situações.

A ideia é criar uma poupança forçada que só possa ser usada em casos de necessidade.

Enquanto não sacados, os depósitos são utilizados, por intermediários financeiros autorizados, para financiar habitações, saneamento e infraestrutura.

Para onde seguir daqui?

Estas são as duas fontes de recurso do Sistema Financeiro da Habitação. De acordo com o programa das certificações, a respeito deste tema – a fonte de recursos do SFH – é necessário saber também: as regras de remuneração da poupança e quem é o agente operador do FGTS. Que serão objeto de outro post. Para acompanhar nossas atualizações, inscreva-se abaixo!

[mc4wp_form]
Olá 👋
Como posso ajudar?
Powered by

(GRÁTIS) Todo o conteúdo da sua certificação em até 12 páginas!

Receba agora e começe a estudar de forma inteligente

Quase lá! Agora basta você clicar no link da sua certificação que acabou de chegar no seu email.